-->

Metas

quarta-feira, 2 de junho de 2010

MEU CORAÇÃO E MINHA LINGUA....









MEU CORAÇÃO E MINHA LINGUA...





Meu coração e minha língua fizeram um trato: quando meu coração estiver enfurecido, minha língua guardará silêncio.
As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às ideias. Por isso é impossível dominar nossas palavras se não somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos irão se acalmando segundo a força de nossas ideias.
A um coração que não se domina, responderão palavras violentas e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e atitudes que depreciam os demais.
Por conseguinte, me calarei quando meu coração não estiver sossegado e em calma; não falarei, pois seguramente me arrependerei do que disser ou, pelo menos, do modo como o disser, ou do momento em que o disser.
Se em geral o coração não costuma ser bom conselheiro, menos o será quando não estiver em paz e não se sentir senhor de si mesmo.











Um comentário:

Celma disse...

Perguntas...

Perguntei à um sábio,
qual a diferença que havia
entre o Amor e a Amizade.
Ele me disse essa verdade:

O Amor é mais sensível,
a Amizade é mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande, querida e fiel companheira.
Mas, quando o Amor é sincero
ele vem com grandes amigos,
e, quando a Amizade é concreta,
ela vem cheia de amor e carinho.

Quando se tem amigos...

ambos os sentimentos coexistem
Dentro do coração

Beijos amigas e fique sempre com Deus
Celma

Related Posts with Thumbnails