-->

Metas

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Porções “super size”

Nos últimos quinze anos, o tamanho das porções de refrigerantes, pipocas, batatas fritas e mesmo dos hambúrgueres aumentou assustadoramente. Servem-se baldes de pipocas, copos que cabem litros de refrigerantes, sanduíches astronômicos e pizzas gigantes, com o apelo de serem mais baratos. Além disso, agrupam-se alimentos muito calóricos como batatas fritas, sanduíches, refrigerantes e sorvetes em promoções que, individualizadas, sairiam mais caras, induzindo ao maior consumo desses alimentos.



Com grandes porções, compramos mais calorias por unidade de moeda de qualquer país e acabamos erroneamente por achar isso vantajoso, compramos muito mais do que comeríamos e comemos muito mais do que deveríamos.


A saída para essa armadilha é entender que não há vantagens nessas escolhas. A estratégia é fugir das promoções combinadas de alimentos e questionar sempre os malefícios dos mesmos, principalmente agrupados ou em grandes porções. Procurar alternativas a esses grandes lanches e “ofertas mirabolantes” é uma tarefa de todos. Nas cidades brasileiras, os restaurantes por quilo ainda são a melhor saída para as nossas refeições diárias. Neles, escolhemos o que gostamos e pagamos pelo que comemos. Mais justo e confiável.


Bommmmmmmmmmm diaaaaaaaaaaaa!!!! alegria!!!!! meus encantos!!!!!!!! muito amor... muita paz em nossos corações!!!! Abençodo dia!!!!!!! amei minhas bonequinhas, elas estão em forma, kkkkkkkkkk, viram só??? quanta elegancia???

A prática de exercícios físicos para diabéticos



O diabetes é, atualmente, uma das doenças mais comuns entre toda a população, trata-se de uma doença em que ainda não há cura, apenas um bom tratamento indicado por médicos especialistas dessa área. As pessoas diabéticas não devem, em hipótese alguma, exagerar com a ingestão de alimentos e bebidas com excesso de açúcar, fato esse que provocaria sérias consequências à saúde do paciente e agravaria significativamente o quadro que permanecia estável.

A alimentação desses pacientes deve ser rigidamente controlada por dietas recomendadas por especialistas assim como os medicamentos, auto medicar-se ou realizar a sua própria dieta não é aconselhável, já que tratando-se dessa doença os profissionais da área da saúde sabem exatamente as atitudes a serem tomadas, enquanto que sem esse auxílio poderíamos prejudicar ainda mais a nossa situação.
Além das dietas, os exercícios físicos são bastante recomendados para manter o controle da doença. Foi comprovado através de pesquisas e estudos realizados por grandes especialistas da área que os exercícios físicos aumentam a taxa de colesterol e reduzem a triglicérides, assim amenizando o problema do diabetes. Também normaliza a glicose no sangue, portanto diminuindo a resistência de insulina. Porém, é necessário que o paciente passe por uma avaliação médica antes de começar a praticar os exercícios, para assim tomar conhecimento de suas condições físicas e se alguma atividade pode prejudicá-lo em vez de ajudá-lo. Para uma prática segura, a glicemia deve estar inferior a 250 mg/dl, e maior que 100 mg/dl, caso não esteja, melhor não arriscar.


O recomendado é que todo o paciente que sofre com o diabetes faça, pelo menos, de trinta a quarenta minutos de caminhada por dia.

Como há aqueles que não gostam de apenas caminhar, pratique um esporte mais ágil, seja uma corrida, natação, artes marciais, ou qualquer outro exercício. O importante é que as pessoas não entrem numa rotina de vida sedentária, pois isso promoveria mais riscos relacionados ao diabetes e outras doenças que podem ser facilmente evitadas com a prática de exercícios físicos. Reservar, no mínimo, uma hora do dia para realizar atividades físicas em grupo ou individual fará muito bem para a saúde em diversos aspectos, e é um ótimo hábito que facilitará a vida daqueles que sofrem com o diabetes, assim melhorando a sua qualidade de vida.

Obviamente terá que manter as dietas e se necessário continuar com os medicamentos, mantendo sempre um controle com a ingestão de doces, mas os exercícios poderão diminuir bastante os riscos dessa doença, já que ela pode trazer graves consequências ao paciente.











6 comentários:

Charlene disse...

Olá!
Eu confesso q sempre caio em tentação e compro tuuuudo da promoção. E o pior, como tudinho mesmo estando satifeita. Depois não consigo nem respirar... afff
Bjs

★$ Naиđ♂ N£яi $★ disse...

Olá Angélica
Um dos grandes problemas é que as pessoas enfrentam é que as porções menores são mais caras. Então compram as maiores que por serem maiores nem sempre há tempo de se comer no prazo de validade. Aí a pessoa entra naquela de ter pena de jogar o alimento fora e come em demasia.
Eu não jogo fora, mas também não como, partilho com algum comigo, dando de presente mesmo.
Beijo no coração

Anna disse...

é o Nando tem razão eu tb pela economia faço isso, compro a porção maior e divido entre nos quatro e se sobra eu levo pra minha mãe, mas já comi pra aproveitar... hj penso melhor e divido mais
tô começando a mudar, devagar
bjim querida
lindas as bonequinhas em forma kkk
bjim

Kiki disse...

Que post mais lindo e rico de informações!! Amei demais!!! bjim linda e uma sexta iluminada p ti!!!

Lindsay Mol disse...

oi querida...
isso que vc falou é verdade
a as imagens dos produtos vendidos sao mto sedutores... e a maioria das pessoas nao resiste.. sem fala na economia fnanceira que pra mta gente vale mais que a saude.


eu.. graças a deus nao sofro ais disso!!!!!

e as suas bonequinhas sao lindas malhando ... mto fofas!!!

bjo querida...
amo vc!!!!

Simples Assim disse...

Muito lindas essas bonequinhas se exercitando e ensinam bem...



bjus.
http://simplesassimmesmo.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails